Carnes

Filet Mignon ao Molho Madeira com Champignons

Bom, primeiramente gostaria de dizer que não sou muito fã dessas marcas d’água sobre as fotos no blog, mas está sendo necessário uma vez que há uma pessoa desonesta postando as receitas de todos por aqui como se fossem dela, e sem dar créditos. Então, para não passar raiva depois, resolvi adotar a tal marca d’água.
Há algum tempo atrás eu pensava que não me importaria se alguém pegasse minhas fotos, ou mesmo as receitas e as postasse em seu blog, mas da forma como está acontecendo é muito desagradável. Ter um blog de culinária, gastronomia, receitas, é prazeroso, porém é demasiadamente trabalhoso também. Para que o resultado fique bonito e as pessoas aprovem as receitas e as fotos, algumas horas são gastas na confecção do prato, nas fotografias e depois na postagem, portanto acho injusto ter meu trabalho surrupiado aqui.
Vou ver como vai funcionar o blog daqui pra frente.
Essa receita fiz no almoço de domingo. Quem abrir o post achará que é uma receita de alta gastronomia, que vou ensinar a fazer molho madeira, etc. Não é nada disso, o molho madeira é pronto, de caixinha. Este prato não dá trabalho algum e fica delicioso. Vamos à receita:
Ingredientes:
♦ 2 Medalhões de filet mignon
♦ 2 colheres de sopa de qualquer óleo vegetal, exceto azeite de oliva pois o tempo de fritura é longo.
♦ Sal a gosto
♦ Pimenta do reino moída na hora, a gosto
♦ 1 dente de alho picadinho
♦ 20 g de champignon em fatias finas
♦ 1 caixinha de molho madeira (200 mL)

Modo de Preparo:

Passo 1: Tempere os medalhões com o sal, a pimenta do reino e o dente de alho picadinho.

 


Passo 2: Frite-os em uma frigideira com o óleo de sua escolha. Deixe no fogo alto bastante tempo para corar um lado dos medalhões. No meu caso cortei um medalhão ao meio para que ficasse mais bem passado, para servir minha visita. Para mim, prefiro o corte de carne alto, praticamente cru no meio.


Passo 3: Depois de corar um lado, virar os medalhões para corar o outro lado. Deixe praticamente queimar uma casquinha dourada.


Passo 4: Para ajudar a fritar as beiradas, deixe o medalhão de lado por um tempo, e vá virando até pegar cor em toda a sua volta.

Passo 5: Depois de bem fritos, coloque-os no prato onde serão servidos.


Passo 6: Para fazer o molho, coloque a caixinha de molho na frigideira que usou para fritar os medalhões.

Passo 7: Adicione os champignons fatiados e aqueça até borbulhar.


Passo 8: Jogue sobre os medalhões e sirva com arroz branco como acompanhamento.

O meu eu gosto bem rosado no meio. Ele fica bem mais macio e suculento. Dá água na boca só de lembrar.

 

Anúncios

49 comentários em “Filet Mignon ao Molho Madeira com Champignons”

  1. kkkk Beto que coisa feia, usando molho de caixinha hahahaha eu também uso huahuahua… somos terríveis, mas eu aprendi a fazer, porém, quem manda o vinho madeira ser caro?! Ninguém mereceeeee… Sabe que eu sou fã né?! Amoooo molho madeira e para economizar alguns centavos, acabo usando batata no lugar do cogumelo, oh my god! Como sou crise… para não falar outra coisa. Não uso carne moída kkkk mas uso coxão duro mesmo, fazer o que né conta bancária?! Então, sobre roubar fotos, é algo que acontece na época da pré historia do blog querido, eu coloco marca, mas aprendi a deixar bem clarinho para não atrapalhar tanto a foto. Se quiser copiar, leva o Manga junto, ou vai para cozinha fazer minha senhora, não é?! Bjsss

    Curtir

  2. Beto, tô contigo e não abro(aff, agora denunciei minha idade)tenho uma implicância com gente que não faz esforço e quer aparecer. Já aconteceu comigo e não me aborreceu. Agora pensando bem, isto não é certo… Well, vou aprender a fazer a marca também. Sua receita está aprovadíssima, comidas práticas são necessárias, assim como as simples, nem todo dia dá tempo de comida elaborada, nem queremos comê-las. AH, adorei a dica de não usar o azeite, eu vivia fazendo isto. Valeu querido. Um abração.

    Curtir

  3. Beto querido, desnecessário dizer o qto eu gosto do teu blog, né? Todo prato que você faz é sempre tão caprichado e gostoso (já fiz tua maminha e vou postar em breve), e as fotos sempre tão bonitas… quero ser como vc qdo eu crescer, hahahahaha…Infelizmente a gente tem q adotar medidas como a marca d’água nas fotos mesmo, pq gente inescrupulosa é o q mais vemos por ai, infelizmente… acho o fim da picada isso, sou master solidária contigo!!!Mignon ao molho madeira? Ui, nao faz isso comigo nao… kkkk, já são quase 11h, a fome tá batendo e eu só na saladita de rucula com tomate… a operação xo buzanfão voltou com força total rs… =PBjo gde,Mari

    Curtir

  4. sempre em forma… muito simples e com uma aparencia de fazer crescer água na boca….por acaso sabe como se faz o molho madeira…..gostaria de fazer o molho….As minhas fotos tem a data e a hora, é minha marca de agua…como não tenho muito tempo para averiguar como se coloca a marca de água… resolvi questão assimUm abraçoTita

    Curtir

  5. Oiii Beto…antes de passar por aqui…preciso fazer um lanchinho…só assim pra não sentir forme com essas coisas que você faz…to até sentindo o cheirinho da carne hummmm…amo molho madeira de caixinha também…porque nunca me atrevi a fazer…rsrs…Seu blog ficou legal…e a marca d’água hoje é inevitável…como gosto de uma frescurinha é minha não é nada discreta hehehe…Bjinhus

    Curtir

  6. É Beto, eu também achava que não me ia importar se usassem as minhas fotos, mas de facto estes nossos blogs exigem-nos muita dedicação, e não sabe nada bem sermos “roubados”…Mas, ao mais importante, esse molho está com 1 aspecto… Bem.. Cá nunca vi esse molho à venda, e k pena eu tenho… Tá com excelente aspecto 🙂bjinhus

    Curtir

  7. OI Beto,estava realmente precisando,de uma receita prática e ràpida,pois estou com uma encomenda de um jantar para o dia dos namorados.E nunca fiz nada ao molho madeira.Já me pediram bife ao molho madeira.Mas não recebi a encomenda por não saber fazer.Mas claro que não falei,para o cliente.Apenas falei que não tinha como pegar mais encomenda,por estar com a agenda lotada……rsrsrsrsrs até que encaixava mais umas duas encomendas.Mas como faço em meu apartamento,fica dificil aceitar grandes quantidades.Sou nova no cantinho da culinária.Mas graças a Deus tenho bons clientes,e modéstia parte cozinho muito bem.Sou muito famosa por conta do salpicão que faço.Os outros tipos de pratos aprendi,no dia a dia treinado em casa,testando mesmo.E algumas como do seu molho madeira nunca tinha feito.Te agradeço de coração,por me ajudar amanhã,já testar asua receita.Olhe que rodei quase todos os sites.Mas a sua é a cabe dentro do meu bolso….rsrsrs.Sou realista,o vinho é muito caro,esta fora das minhas condições.Abraços..fica Deus…e obrigadooo…

    Curtir

  8. Muito boa essa receita e não vejo diferença entre usar o molho de caixinha ou fazer o molho, quase não dá pra perceber.

    Mas eu queria mesmo era dar uma sugestão, existe uma variação dessa receita muito usada aqui na região Amazônica, que no lugar dos champingnhons, usa-se pupunha cozida. Alguém conhece? É só cozinhar a pupunha e acrescentar fica muito bom.

    Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s